Especialista Sénior de MIS

PSI ANGOLA - Luanda, todas as provincias

Já só tem 35 dias para se candidatar

Contrato

Tipo contrato
A definir
Oferta aberta até
24/11/2020

Descrição

Cargo
Especialista Sénior de MIS
Número de vagas
1
Descrição da função

Sumário do trabalho:
O/A Especialista Sénior de MIS reportará ao Gerente de Sênior do MIS e será um líder/a na implementação, formação e supervisão do eLMIS a nível Nacional. Este papel envolverá fornecer orientação técnica e operacional a todos os usuários do eLMIS. O/A Especialista Sénior de MIS será responsável pelo suporte operacional das plataformas eLMIS, fornecendo suporte de primeira linha aos usuários internos, usuários externos e parceiros do projeto, ajudando-os com problemas de hardware e software, e suporte com questões dos processos e procedimentos.
O mesmo trabalhará como técnico destacado no Ministério da Saúde (MINSA) com uma equipe colaborativa e dinâmica, e apoio a implementação nacional de software de um sistema de informações de gestão de logística.
Para essa posição, procuramos alguém que tenha domínio de TI e logística, e use esse conhecimento para melhorar a interação do sistema e solucionar problemas dos usuários na cadeia de abastecimento. Essa posição garantir de forma proactiva a disponibilidade do sistema e auxiliar no treinamento e capacitação de usuários do sistema em todos os locais de implementação nacionalmente. Viagens regulares para as províncias e municípios serão necessárias.
O/A Especialista Sénior de MIS será responsável pela equipa e o gerenciamento dos entregáveis e comunicações com a sede e subcontratados quando o Gestor Sénior esta a viajar, junto com o Director da Área.

Tarefas e Responsabilidades:
1. Trabalhar em estreita colaboração com os armazéns e o pessoal provincial do armazém para apoiar as funções logísticas da cadeia de abastecimento;
2. Trabalhar com pessoal e parceiros relevantes para supervisor e melhorar o conhecimento do eLMIS e processos logístico na saúde nos 5 programas nacionais, 14 hospitais nacionais, e os 36 armazéns e hospitais provinciais;
3. Monitorar e garantir que todos as locais de relatórios da eLMIS estejam usando ativamente o sistema, são a cumprir suas responsabilidades no prazo;
4. Identifica e remova quaisquer barreiras ao uso eficiente e eficaz do sistema as todos os locais com o equipe de suporte operacional;
5. Trabalhar e colabore com os administradores e funcionários do equipe de Suporte Operacional no MINSA e os pontos chaves nas províncias;
6. Ensinara e mentor os funcionários da MINSA para administrar o sistema e garantir que todos os dados, processos e documentos sejam mantidos de acordo com as boas práticas, políticas e requisitos operacionais;
7. Desenvolver e manter documentação e procedimentos de suporte operacional, e mentor os funcionários no uso sustentável desses documentos;
8. Fornecer formações no local de trabalho e apoio na área de assistência técnica de 1º e 2º nível para as pessoas chaves localizadas no MINSA, incluindo os três departamentos nacionais e os programas nacionais;
9. Fornecer suporte os utilizadores e administradores na configuração do sistema, no provisionamento da conta do usuário e na manutenção dos dados mestre, a fim de manter a segurança e a integridade dos dados;
10. Fornecer e apoiar actividades de formação para as implementações de software e todas as locais sejam mantidos de acordo com as boas práticas, políticas;
11. Trabalhar e melhorar a documentação do projecto para a implementação nacional, provincial e municipal do eLMIS;
12. Fazer advocacia e colaborar com os parceiros na cadeia de abastecimento nos relatórios e concentre-se na melhoria do gerenciamento e entendimento nas decisões na cadeia de abastecimento e na detecção antecipada de potenciais roturas de estoque, vencimentos e excedentes de estoque;
13. Gerir a realização de workshops para coletar requisitos e identificar uma solução para a expansão municipal de um sistema de relatórios da cadeia de suprimentos;
14. Revisão dos documentos e entregáveis do subcontratados para assegurar boa desempenho;
15. Fornecer entrada para uma arquitetura de dados nacional, incluindo definições de dados e processos de reconciliação.

Requisitos

Titulação mínima
Licenciatura
Experiência exigida
7 Anos
Nacionalidade
Não definido
Línguas
Português, Inglês
Competências
  • Excel
  • Gestão de Logística
  • Informática
Aptidões necessárias

Qualificações:
- Ler e escrever em português corretamente; e ser fluente em inglês;
- Saber ser parte de um equipe e ser colaborador(a);
- Licenciado(a) na área de tecnologia, informática, engenheira de informática e/ou logística;
- Formação e certificação na área de operações e formação uma vantagem;
- Conhecimento dos procedimentos e processos logístico e na cadeia de abastecimento;
- Conhecimento avançados de base de dados e relatórios;
- Conhecimento avançado em uma linguagem de programação seria uma, mas valia;
- Conhecimento de tecnologias cloud (AWS, AZURE, GCP, etc);
- Conhecimento dos sistemas operativos Ubuntu (Linux), Windows 7 e Windows 10;
- Domínio avançado do pacote office (Outlook, Word, Excel e PowerPoint)
- Domínio de ferramentas de implementação de suporte (ex. Microsoft Project, Jira, etc)
- Domínio de ferramentas de colaboração (ex. Microsoft Planner, Trello, Asana, etc)
- Ter experiência em supervisionar membros de um equipe uma mais valia;
- Mais de 7 anos de experiência comprovada;
- Ter referências excelentes de trabalhos prévios;
- Motivação para assumir outras tarefas e deveres diferentes;
- Capacidade de trabalhar sob pressão;
- Experiência em trabalhar com outras ONGs preferível;
- Experiência em companhias internacionais será uma mais valia;
- Experiência com advocacia e formações, desejável;
- Experiência como treinador sénior desejável;
- Experiência na implementação de soluções de software.

Empregador

Nome do empregador

PSI ANGOLA

Sobre a nossa empresa

PSI é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos. Líder em marketing social abrange mais de 65 países no mundo, dedicando os seus esforços à promoção da saúde e comportamentos saudáveis, através da disponibilizaçã o de produtos de saúde e actividades de comunicação para mudança de comportamento. Em Angola a PSI foi fundada em 2000. Dirige programas de saúde e prevenção de malária, saúde infantil, planeamento familiar e VIH. Trabalha em parceria com o Governo Angolano, o Ministério da Saúde, e outros parceiros, incluindo os sectores públicos e privados.

Não encontrou vagas do seu interesse?

Registe-se para ser informado quando tivermos vagas adequadas ao seu perfil.
Já tem uma conta? Iniciar sessão aqui