GESTOR PROVINCIAL - Província do Cunene

M2M - Mothers2Mothers - Ondjiva, Cunene

Já só tem 34 dias para se candidatar

Contrato

Tipo contrato
Tempo indeterminado
Oferta aberta até
24/10/2020

Descrição

Cargo
GESTOR PROVINCIAL - Província do Cunene
Número de vagas
1
Descrição da função

O Gerente Provincial é responsável pela supervisão, qualidade de implementação e o acompanhamento dos trabalhos do projecto em Cunene.

Supervisão directa dos locais da m2m, incluindo Monitoramento e Avaliação (M&E) e implementação de qualidade e intervenções de segurança, e servindo de elo de ligação com as autoridades provinciais e municipais, parceiros, pessoal dos serviços de saúde, líderes comunitários e outros intervenientes para o sucesso do projecto.

O cargo é domiciliado em Cunene, e reportará ao Director Nacional baseado em Luanda.

Principais Áreas de Desempenho: Implementação no Local • Monitoramento e melhoria do desempenho • Envolvimento a nível Provincial e Distrital Comunicação e Monitoramento e Avaliação (M&E)

Requisitos

Titulação mínima
Bacharelato
Experiência exigida
4 Anos
Nacionalidade
Angola
Línguas
Português
Competências
Não definido
Aptidões necessárias

Bacharelato / diploma ou equivalente em Enfermagem, Ciências Sociais, Saúde Pública ou áreas relacionadas •

Mínimo de 4 anos de experiência no domínio da saúde pública com ênfase em planeamento RMNCH, PMTCT ou VIH/SIDA, com pelo menos dois anos de experiência em função de supervisão De preferência com historial clínico

Experiência comprovada na implementação e gestão de sistemas de Monitoramento e Avaliação (M&E), envolvendo desenvolvimento de capacidades a nível dos funcionários no local bem como monitoramento e promoção de qualidade de dados e uso de dados para tomada de decisões e melhoria da qualidade.

Conhecimento comprovado de MOH e PEPFAR M&E.

Experiência em conduzir auditorias de qualidade de dados.

Empregador

Nome do empregador

M2M - Mothers2Mothers

Sobre a nossa empresa

A mothers2mothers (m2m) é uma ONG sediada em África que desbloqueia o potencial das mulheres para eliminarem a SIDA pediátrica e criarem famílias saudáveis em dez países da África subsariana. A m2m dá formação, emprega e ajuda a empoderar mulheres seropositivas com o objectivo de trabalharem como funcionárias do sector comunitário da saúde em clínicas com carência de pessoal e nas comunidades menos privilegiadas. Através de um modelo descentralizado de comunicação, estas “Mães Mentoras” prestam uma diversidade de serviços de saúde, aconselhamento e apoio às mulheres e suas famílias. Iniciada na cidade do Cabo, África do Sul, em 2001 com o objectivo inicial de evitar a transmissão do VIH de mãe para filho, a m2m inovou e expandiu com base nos seus pontos mais fortes, e agora providencia apoio focado na família para uma diversidade de questões de saúde e sociais relacionadas, que vão desde a gravidez, ao parto, infância e adolescência. A organização também faz parcerias com os governos e outras ONGs na adopção do seu programa, que visa expandir o Modelo Mãe Mentora e os seus benefícios. A m2m tem um histórico comprovado de escalada dos seus serviços e impacto atestado. Até ao presente, a m2m alcançou 11 milhões de mulheres e crianças com menos de 2 anos de idade e criou mais de 11,000 postos de trabalho para mulheres africanas que vivem com o VIH. Para mais detalhes, visite www.m2m.org

Não encontrou vagas do seu interesse?

Registe-se para ser informado quando tivermos vagas adequadas ao seu perfil.
Já tem uma conta? Iniciar sessão aqui