Tipos de liderança, os 4 tipos de líder mais habituais

No mundo trabalhista podemo-nos encontrar com diferentes tipos de líder, cada um deles tem as suas próprias vantagens e desvantagens. Cada tipo de liderança encaixa melhor numa empresa que em outra, e isso dependerá da cultura empresarial, o resto de empregados, os objectivos desejados pela empresa… não é raro se encontrar vários tipos de liderança numa mesma organização.

Tipos de liderança

Tipos de liderança

Nesta publicação vamos apresentar os 4 tipos de liderança mais habituais. Desta forma poderemos perceber que tipo de liderança enfrentamos quando à nós se apresenta um novo chefe, saberemos a vantagem de conhecer a melhor forma de lidar com o poder e também prever as suas reacções perante diferentes situações. Também saberemos a forma ideal de lhe pedir coisas.

1. Tipo de liderança delegativo

Este tipo de liderança caracteriza-se por não intervir em nenhuma das acções que realizam os empregados, sendo também escasso na entrega de feedback. Esta pessoa só intervirá quando for completamente necessário tratando de guiar a pessoa interferindo ao mínimo. Baseia-se na teoria de que os empregados com maior experiência necesitan um nível mínimo de controlo, já que se presume que estes trabalhadores conhecem a sua área o suficiente para não precisar de um guia ao executar tarefas, e também são responsáveis o suficiente para não ter que se monitorar constantemente.

Para alguns empregados este tipo de liderança dá-lhes autonomia suficiente para se sentir valorizado e com um espírito mais criativo. Desta forma a auto motivação dispara, conseguindo um aumento altamente notável da eficiência no posto de trabalho.

Por outro lado, empregados com uma maior necessidade de aprovação por parte de uma supervisão podem-se deixar estar parados devido a sua insegurança, além de mais, a experiência nem sempre implica maior nível de responsabilidade. Portanto pode desencadear uma tardia detecção de problemas devido à falta de supervisão prévia.

Muitos estudos parecem demonstrar que este tipo de liderança pode levar a uma falta de controle, um incremento dos custos da companhia e uma baixa produtividade.

2. Tipo de liderança autocrático

Trata-se daquele em  que os chefes tomam decisões sem a participação dos empregados. O líder detém todo o poder de decisão e ninguém o questinona. É um exercício de liderança unidirecional, a única coisa que os empregados devem fazer é obedecer as ordens que dá o líder.

Pode ser efectivo em ambientes de trabalho em que as decisões precisam ser tomadas rapidamente. Também parece ser altamente efectivo com empregados queprecisam de uma vigilância estreita sobre as suas actividades, já que eliminar a tendência dos trabalhadores a se relaxar, pode aumentar a produtividade e velocidade nas tarefas.

Podemos imaginar quais são as desvantagens. Não há em conta a opinião dos trabalhadores e os empregados são simplesmente pessoas que devem aceitar ordens. Alguns empregados podem sentir-se desvalorizados e costumam mostrar pouco compromisso afectivo para a companhia, podendo chegar a abandonar a empresa ou ser menos efetivos.

3. Tipo de liderança democrática

Baseia-se em garantir a participação de todos os empregados na tomada de decisões. Qualquer empregado pode dar a sua opinião e as decisões mais votadas pelo grupo serão as finalmente aceites. Sim, é verdade que finalmente será o líder quem deve dar a aprovação, e no final ele será o responsável se algo não der certo.

Este tipo de líder conquista a equipa porque os empregados contribuem no processo de decisão. Portanto, os empregados costumam sentir-se como parte da companhia e das mudanças que possam produzir na organização, do mesmo modo melhoram a sua produtividade e capacidade de inovação.

Pese a que existe verdadeiro consenso à hora de afirmar que este tipo de liderança tem muitas vantagens, alguns pesquisadores pensam que também tem suas desvantagens. Por exemplo, muitas vezes não se podem superar os desacordos entre duas ou mais partes do grupo empresarial ou o caminho se torna mais lento na hora de atingir uma meta, em comparação com outros estilos de liderança. Portanto, este tipo de liderança requer que o líder possua grande habilidade para manter a motivação e a colaboração de quem lhe segue, bem como plena confiança em si mesmo.

4. Tipo de liderança transacional

Baseia-se em transacções, isto é, em processos de intercâmbio entre os líderes e seus seguidores. Os seguidores recebem prêmios por seu desempenho trabalhista e o líder beneficia-se porque eles cumprem com as tarefas.

É um tipo de liderança orientada aos objectivos e, portanto, os seguidores são motivados com recompensas pelos resultados conseguidos. O líder cria estruturas claras, onde fica bem definido o que requer de seus empregados e as recompensas que vão perceber.

O perfil de seguidor do líder transacional é um indivíduo racional, motivado pelo dinheiro e outros benefícios ou recompensas, cujo comportamento é bastante previsível. Os líderes transacionais centram-se no presente e são muito bons para conseguir que a organização funcione sem problemas e com eficiência. No entanto, ainda que a liderança transacional implica seguir certas regras e funciona muito bem em momentos de estabilidade, no mundo de alterações que nos encontramos hoje em dia, onde o sucesso das companhias muitas vezes depende das mudanças contínuas, existem estilos de liderança mais efetivos.

Encontraste-te alguma vez com algum tipo de líder dos que mencionamos? Comenta e partilha!


Receba as últimas publicações e novidades da Jobartis

Nome
Email
Telefone