Hábitos que levam à má reputação como Trabalhador

A ética profissional é o que nos distingue dos maus trabalhadores. Chega o momento de detectar os 9 hábitos pouco éticos que fazem de um trabalhador o pesadelo de seus colegas e chefes.

etica profissional

ética profissional

1. Trabalhar ao mínimo

Desde o momento que aceitas realizar uma tarefa, adquires um compromisso contigo mesmo e também com os demais para que esse trabalho seja feito da melhor forma possível. Se não achas que és a pessoa adequada para realizar essa tarefa ou simplesmente não te apetece a fazer, o melhor é que a recuses no momento. Fazer um trabalho a meias não é o mais ético, de modo a que sejas sincero contigo e com os demais.

2. Dizer meias verdades

A honestidade é a base da ética no trabalho. No entanto há situações nas que dizer a verdade pode dar medo. Nem sempre há boas notícias o chefe pode ser muito exigente. Apesar disso o que caracteriza-te como bom trabalhador é a capacidade de vencer esse medo e falar com o chefe inclusive quando não trazes boas notícias. As meias verdades não farão ganhar a simpatia do chefe.

3. Participar em batalhas de acusações

Um dos piores erros que se podem cometer é o de se converter no empregado que sempre sabe de quem é a culpa, mas nunca é sua. No mundo trabalhista é irrelevante assinalar o culpado de um engano, o importante é ser capaz de dar-se conta do erro e ser capaz de corrigí-lo. Uma vez mais a falta de ética no trabalho pode fazer-te ganhar uma fama que desacreditar-te-á como bom profissional.

trabalhador

trabalhador

4. Não aceitar erros

Vai de acordo com o ponto anterior. Há que saber reconhecer a própria culpa, saber dizer quando se cometeu um erro. Se queres que se valorizem os teus sucessos como trabalhador também deves saber reconhecer teus próprios erros.

5. Odiar o sucesso alheio.

Quando odeias a alguém pelo seu sucesso, dizes a ti mesmo que o sucesso é motivo para que os demais te odeiem a ti. Já que ninguém em seu são julgamento deseja ser odiado, este pensamento pode fazer que subconscientemente te autoboicotes para não conseguir o sucesso, e assim não ser odiado pelos demais.

6. Desfrutar o falhanço alheio

De novo este ponto vai de acordo com o anterior. Alegrar-se cada vez que um colega fracassa fará menos provável que tu consigas atingir algum sucesso. Acabarás gastando energias a deliciar-se do falhanço dos demais em vez de empregar esse tempo em conseguir teu próprio sucesso. 

7. Falar demais

Tal e como disse Eleanor Roosevelt “As mentes brilhantes discutem ideias, as mentes mediocres falam da actualidade, as mentes pequenas falam dos demais”. Quando falas a mais demonstras que és uma mente pequena e que não se pode confiar em ti para guardar segredos.

8. Estressar a si mesmo

O trabalho pode ser estressante, mas podes convertê-lo em algo inclusive pior se não és capaz de desligar. Antes de contestar o E-mail que te acaba de chegar, dá um passeio ou  põe música. Antes de deitar-te desliga o telefone, seja o que seja pode esperar.

9. Excessiva bajulação

Todos gostam de receber um elogio de vez em quando, mas a excessiva adulação não te vai levar a nenhuma parte. Acabarás ganhando uma má fama entre os teus colegas. Depois, esta forma de actuar também não entra no código ético do posto de trabalho.

Ocorre-lhe alguma outra coisa que não esteja bem vista no trabalho? Há alguém no trabalho que não seja ético à hora de realizar suas funções?


Receba as últimas publicações e novidades da Jobartis

Nome
Email
Telefone