Como chamar a atenção de um ‘Headhunter’

Headhunter: Trabalham na sombra, bisbilhotam e pesquisam até ao último resquício, googleam o teu nome e querem saber o que fazes, como és e de que forma te encaixarias no perfil já que o precisam cobrir.

Headhunter

Headhunter

Estão a procura do melhor candidato para o seu cliente, uma empresa que precisa de incorporar um determinado perfil ao seu plantel, geralmente um executivo ou alguém muito especializado. Os headhunters, são pessoas que se encarregam de fazer trabalho de recrutamento muito específico. Como podemos atrair a atenção deste profissional?

Para preparar o caminho para poder ser alvo de um headhunter o candidato deve pôr a trabalhar seus recursos. O headhunter recorrerá ao ‘nethunting’ e enveredará o seu talento para encontrar um candidato passivo e propiciar encontros. O candidato por sua vez porá todo seu empenho em construir uma marca pessoal e profissional, uma impressão. Impressão esta que o headhunter irá seguir.

Ter uma marca pessoal relevante e trascendente passa por saber contar uma boa história sobre quem se é profissionalmente. E saber contá-la adequando as expectativas profissionais às tendências no sector, onde o que se sabe fazer é imprescindível para a actividade que se desenvolve. Depois, saber apoiar com experiência e fazer um acréscimo de criatividade. Essa impressão pode aparecer no LinkedIn, a rede profissional mais utilizada e lugar de encontro entre profissionais ou no CV alojado num portal de emprego. Para continuar deixando um bom rastro nas redes sociais, tanto compartilhando informação relevante como oferecendo contteúdo de valor. Uma forma de mostrar ao mundo as habilidades que se têm.

O que devo fazer?

Uma descrição dos lucros conseguidos seguido das aspirações e objectivos que se quer atingir pode ser um bom começo para esta história. Dentro da enumeração de empresa, nas que se ofereceu serviços , é interessante descrever com maior detalhe aquelas que gozam de algum prestígio.

As empresas clientes dos headhunters também são sensíveis a uma boa marca e aproveitar-se-ão desse dado do teu CV para realçar na frente do seu cliente. Ter pertencido a determinadas organizações elevará o prestígio da história. Qual é a tua etiqueta profissional, quais são as palavras-chave que se utilizam no sector? Pesquisa-as no Google Trends e inclua-as quando tão logo tenha oportunidade, por exemplo, nas bios dos perfis de redes sociais e nas conversas sociais que estabeleças.

Quão relevante é o meu talento?

Propor a questão partindo do princípio em que pode contribuir ao invés de apenas tirar proveito dotará de relevância e trascendência o seu talento. Deste modo estar-se-á a oferecer uma clara orientação para necessidades. Sugerir ou assinalar as oportunidades de melhoria que tem a actividade e alinhar com as suas aspirações contribuindo com o que se sabe fazer para gerar possíveis soluções será manifestação de um semblante proativo. Construir a marca pessoal passa por explorar a possibilidade do que possa definir a própria carreira. Trata-se de definir-se contando o que se pode oferecer. Mas isto também implica fazer um exercício de sinceridade e reflectir sobre o que se sabe e se é relevante ou se precisa de formação ou actualização de conhecimentos, inclusive mudança de rumo e dirigir os passos noutra direcção. Escutar e saber detectar qual é nosso público e se isso nos permite seguir vivendo disso.

Desenhar uma estratégia de visibilidade

Depois de definir-se profissionalmente há que abordar a visibilidade. Participar em redes sociais multiplica a visibilidade da marca pessoal. Não se trata de estar em todas as redes sociais mas sim, estar naquelas que rondam o sector a que se pertence.

Num blog podem-se comunicar tanto os conhecimentos que se têm sobre a matéria como mostrar o estilo pessoal, a marca da casa, ou determinadas qualidades pessoais como o humor e inclusive fundir com outros interesses. Participar de forma ativa e agregando valor em fórums tanto de LinkedIn como profissionais. Assistir a jornadas de networking. Participar em conferências e mesas redondas e falar disso nas redes sociais. 70% das ofertas movem-se entre contactos. Colaborar na criação de conteúdos com outros profissionais. Unir o seu talento ao de quem compartilha os mesmos ideais ou visão fará que a tua mensagem se transmita com muita mais força.

Descrava-se profissionalmente de forma que a impressão se mantenha fresca e provoque o encontro com um headhunter que te pode levar a uma boa oportunidade de trabalho.

E tu, como tratas de chamar atenção de um headhunter? Comenta e partilha!


Receba as últimas publicações e novidades da Jobartis

Nome
Email
Telefone